jusbrasil.com.br
18 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Rondônia TJ-RO - Queixa Crime: QCR 2000322-71.1998.822.0000 RO 2000322-71.1998.822.0000

há 23 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
QCR 2000322-71.1998.822.0000 RO 2000322-71.1998.822.0000
Publicação
Processo publicado no Diário Oficial em 16/12/1998.
Relator
Desembargadora Zelite Andrade Carneiro
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA Queixa-crime. Vereador-querelado. Críticas. Imunidade material. Irregularidades administrativas. Animus difamandi. Condenação. O vereador, no exercício do mandato, goza de inviolabilidade temporal, e seu pronunciamento, na tribuna da Câmara, é inatacável, porque garantido pelo art. 29, VI, CF. Entretanto, essa imunidade, de ordem material, não se aplica aos casos de divulgações em jornais ou revistas, ou qualquer outro veículo de comunicação, mormente, quando se vislumbra, em tais divulgações, o animus difamandi.

Decisão

"JULGOU-SE PROCEDENTE A QUEIXA-CRIME QUANTO A JOSIAS MUNIZ DE ALMEIDA, ABSOLVENDO AILTON BATISTA DE OLIVEIRA. UNÂNIME."

Acórdão

JULGAR PROCEDENTE A QUEIXA-CRIME QUANTO A JOSIAS MUNIZ DE ALMEIDA E ABSOLVER AILTON BATISTA DE OLIVEIRA, À UNANIMIDADE.
Disponível em: https://tj-ro.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/294782239/queixa-crime-qcr-20003227119988220000-ro-2000322-7119988220000

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - PROCESSO CRIMINAL - Recursos - Apelação: APL 0003896-25.2018.8.16.0123 PR 0003896-25.2018.8.16.0123 (Acórdão)

Tribunal de Justiça de Goiás
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Goiás TJ-GO - APELACAO CRIMINAL: APR 0444817-11.2015.8.09.0074

Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Jurisprudênciahá 12 anos

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Cível: AC 20100203865 Blumenau 2010.020386-5